Imprimer la page en noir et blanc  Un coup de main  La carte du site  Faites le pont avec notre site!  Abonnez-vous au flux RSS!   Vous désireriez traduire certains messages ? Contactez-nous! FR  DE  EN  HE  IT 
Nous suggérons aux lecteurs qui découvrent les messages de lire d'abord les fondements.

Trabalho sobre si
Os medos – 2ª parte

 

«Os medos, como já dissemos, têm mil e um rostos. O problema é que os humanos não conseguem dar-lhes o seu verdadeiro rosto; estão condicionados a eles, por vezes alimentam-nos, mas nem sempre os reconhecem.

Se vos falamos dos medos, é porque será necessário fazer o possível para conhecê-los a fim de os erradicar.

Tomaremos o caso de um dos medos: a falta de confiança em vós mesmos. Vamos tentar estudar as razões dessa falta de confiança.

A falta de confiança pode manifestar-se em várias áreas, como o medo de não poder realizar o que os outros esperam de vocês; podem subestimar o vosso próprio valor, o que cria em vocês medos reais, muitas vezes escondidos, e alimenta ainda mais a vossa falta de confiança.

Esses medos podem chegar desde a pequena infância, e mesmo do nascimento. Uma criança que vem ao mundo sente as vibrações de tudo o que o rodeia; sente as vibrações de medo dos seus pais e da vida em regra geral. Ele é muito mais receptível às vibrações de medo que os adultos, que estão muitas vezes no desconhecimento dos seus próprios medos.

À sua nascença, uma criança é muito mais sensível às vibrações do medo, porque chega de um mundo onde ele não existe, pelo menos como tal. O medo não existe, mas ainda pode perdurar um pouquinho depois do falecimento do ser humano, porque a alma está ainda demasiado próxima do seu corpo e da sua vida.

Muitas vezes, os bebés choram de noite porque têm medo. Têm medo do que sentem e do que se apercebem nas vibrações, e têm igualmente medo da sua própria existência, porque os bebezinhos estão ainda muitas vezes em relação e em ligação com a sua antiga vida, eles têm a capacidade de se aperceber do seu futuro, não na globalidade mas em várias experiências previstas na sua vida.

Por isso devem tranquilizar um bebé que tem medo e devem evitar, vocês adultos, falar de medos à frente deles! Os bebés, as crianças e os adolescentes estão permanentemente banhados no medo! Ligam o que chamam “as televisões”: o medo é aí destilado permanentemente! Também ligam o rádio onde o medo é igualmente destilado.

Enquanto o medo alimenta o medo, ele destrói os homens! Enquanto assim for, o vosso mundo não poderá encontrar a serenidade, a alegria, a fraternidade e o Amor.

Já se perguntaram; “Porque, nas informações, falam muito raramente de coisas maravilhosas da vida?”

Existem várias razões. Existe uma razão que mora no mais fundo de cada ser humano. Como os humanos não podem tirar deles mesmos a noção de medo, esse medo, que é uma vibração, existe e só pede para saciar-se, alimentar-se de todas as vibrações de medo.

De que forma os seres humanos alimentam os seus próprios medos? Simplesmente sendo apreciadores de coisas totalmente inferiores, por exemplo filmes de terror, crimes atrozes, ou apreciando experiências com sensações, etc.

Na vossa sociedade, quando há acidentes ou eventos difíceis, vêm seres “ávidos“ para verem, fotografarem! Porquê? Simplesmente porque o medo que está neles sacia-se pois ele precisa de alimentar-se com um medo exterior.

Nunca mencionamos isso, mas agora, é preciso que o saibam! Se tiverem consciência que o vosso próprio corpo procura alimentar-se com um medo vindo do exterior, ficarão mais vigilantes. Tenham consciência que o vosso próprio medo tentará alimentar-se das vossas faltas, dos vossos ciúmes e da vossa grande falta de estima por vós mesmos.

Como acabamos de vos dizer, o medo tem mil e um rostos; é sempre muito ardiloso para encontrar alimento. Então questionem-se!»


Pode reproduzir o texto seguinte e dar cópia dele sob a seguinte condição:
  • que não seja cortado
  • que o seu conteúdo não seja modificado
  • que faça referência ao nosso site http://ducielalaterre.org
  • que o nome de Monique Mathieu seja mencionado
Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 França.
Página Inicial ~ Ensinamentos : Amor/Sabedoria ~ Trabalho sobre si ~ Aulas de Sabedoria ~ Transição ~ Acontecimentos ~ Mensagem das Hierarquias ~ Diversos ~ Exercícios ~ Corpo e Saúde /***/ Chaves de sabedoria /***/ Fórum /***/ Contacto /***/ O site : O mapa do site ~ Ajuda ~ Home page ~ /***/ Imprimir ~ Site principal

Fazer o link com o nosso site !         Vote para nós !         Para mais conforto visual, Baixar o navegador gratuito Firefox